sexta-feira , 27 fevereiro 2015
Última hora
Home » Automoveis » Novo Tiguan 2014: Preço e consumo do Suv da Volkswagen

Novo Tiguan 2014: Preço e consumo do Suv da Volkswagen

A nova geração dos SUVs da marca alemã será fruto da versátil plataforma MQB – que estreou na linha Volks como base para o Golf VII. Ela começa a ganhar as ruas em 2014, quando será lançada a segunda geração do Tiguan. O sucessor do utilitário mais vendido da marca no mundo manterá as dimensões próximas às atuais, com 4,43 m de comprimento e a cabine com cinco lugares.

T1

 

T2

 

A grande novidade estará nos motores da família EA2011, desenvolvidos para esta plataforma. O mais interessante para o Tiguan é o 1.4 TSI (turbo) de 140/150 cv com tecnologia chamada “cilindros sob demanda”, que funciona com dois ou quatro cilindros, conforme a necessidade. Haverá ainda uma versão híbrida plug-in, com soluções técnicas apresentadas no conceito CrossCoupé no Salão de Tóquio em 2011 e no de Genebra.

T3

Como o Tiguan continuará pequeno para os padrões dos Estados Unidos, a plataforma MQB permitirá à marca produzir – com baixo custo adicional de desenvolvimento  – sua versão XL, sigla em inglês para extragrande. O irmão com distância entre-eixos maior será a versão de produção do CrossBlue, conceito apresentado em janeiro no Salão de Detroit, nos EUA.

T4

Adaptado ao gosto norte-americano, ele chega em 2015. Terá cerca de cinco metros de comprimento e espaço suficiente para sete passageiros viajarem com conforto. O porta-malas vai de 335 a 2.000 litros, conforme a posição dos assentos.

Com capacidade para 280 litros – e sistema multimídia com interface para smartphones. O mini-SUV da Volkswagen será construído na mesma plataforma do up!, já em avançado estágio de desenvolvimento por aqui. Terá, a princípio, motor 1.0 TSI (turbo com injeção direta) de três cilindros e ótimos 110 cv. Essa unidade é da mesma família EA2011 que equipará o novo Tiguan. A Volks ficará com outras unidades na manga, como o 1.4 aspirado de 90 cv e um 1.6 aspirado de 110 cv, que devem ser usados em outros modelos.

Apesar de ter altura acima da média, o Taigun não terá tração 4×4: o mercado brasileiro não tem necessidade de uso off-road; o consumidor aqui busca mesmo um carro capaz de encarar com conforto as ruas e as estradas esburacadas e que tenha boa altura do solo. O sucesso do CrossFox e cia. é prova irrefutável disso.

O lançamento comercial do Taigun deverá ocorrer logo no início de 2015. Mas a versão final será conhecida antes, pois deve aparecer no Salão do Automóvel 2014 como a principal estrela da marca.

Se a fabricação nacional do up! e do Taigun na unidade da Volks em Taubaté (SP) já é uma boa notícia, há outra ainda melhor. Com a já confirmada produção do Golf VII na unidade de Puebla, no México ficaria fácil para a Volks produzir lá, também, o novo Tiguan. Embora não confirmada, é uma grande possibilidade.

O SUV mais vendido da marca no mundo hoje é feito apenas em Wolfsburg, na Alemanha e, se passasse a ter produção mexicana, fiaria mais acessível, tanto para os brasileiros quanto para os americanos. Assim, teríamos aqui um Tiguan com preço na faixa dos R$ 80 mil. Mais adiante, se as vendas de Golf VII e Tiguan crescerem demais, a marca tem a opção de transferir a produção para o Brasil. Mas, nesse caso, o valor para o consumidor não mudaria muito.

Mais esportividade:

O teto curvado na parte traseira adiciona alguma agressividade às linhas do modelo, que mantém as quatro portas.

Tamanha americano:

A versão XL foi projetada sob medida para os consumidores norte-americanos, já que para eles o Tiguan é pequeno demais.

Não deixe de ver isso

c

Mercedes-Benz Classe C 2016 – Nova tabela de preços

A Mercedes-Benz anuncia nesta semana no Brasil uma nova tabela de preços para a linha ...

2 Comentários

  1. Reinaldo Guerra

    Parabéns, belo carro também gostei muito da tecnologia pistão por demanda, nsa perfeito ja viajei nos pensamentos aqui .mesma hora teria carro, mil, com dois pistões , baixo consumo …. , msm hora é bruto força……, perfeito . vai prosperar.

  2. Reinaldo Guerra

    Parabens, belo carro tambem gostei muito da tecnologia pistão por demanda, nsa perfeito ja viajei nos penssamentos aqui .mesma hora teria carro, mil, com dois pistões , baixo consumo …. , msm hora é bruto força……, perfeito . vai prosperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>